Paraty Patrimônio Histórico Nacional, preserva até hoje os seus inúmeros encantos naturais e arquitetônicos

Paraty possui varias ilhas, parcéis e lajes proporcionando mergulho para todos os níveis. A visibilidade varia de 4 a 20 metros e a temperatura oscila entre 18º e 28º

No século XVIII,Paraty destacou-se como importante porto por onde se escoava das Minas Gerais, o ouro e as pedras preciosas que embarcavam para Portugal. Porém, constantes investidas de piratas que se refugiavam em praias como Trindade, fizeram com que a rota do ouro fosse mudada, levando a cidade a um grande isolamento econômico.

Com o Ciclo do Café, a partir do século XIX, a cidade revive, temporariamente, seus prósperos dias de glórias coloniais. A produção de pinga e derivados da cana também ajudou na economia local. Foi nesta época que Paraty virou sinônimo de pinga. No século XVIII, a cidade chegou a ter mais de 200 engenhos de pinga e casas de moenda.

Em 1966 Paraty foi tombada pelo patrimônio histórico.Com a abertura da BR 101(Rio Santos) no final dos anos 70, Paraty recebe um novo impulso. Como nas fases anteriores de "ocupação" ,no ouro ou no café, um novo ciclo veio dominar e explorar a cidade: o turismo, desta feita potencializando no seu conjunto paisagístico / arquitetônico, nas áreas florestadas, nas 65 ilhas e nas mais de 300 praias da região.

Os programas de mergulho são feitos com operadores parceiros da Jornada Sub Mergulho, e podem incluir também as hospedagem em Pousadas típicas de região, de acordo com a preferência do cliente .

O principais pontos da região são : Ilha dos Ganchos, Ilha dos Ratos, Ilha dos Cocos, Ilha dos Meros, Laje dos Meros e outros .

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jornada Sub Mergulho
Av. Pedro Blanco da Silva, 665 - Jundiaí - SP
Fone: (11) 4586-5051 
jornadasub@jornadasub.com.br

Fotos meramente ilustrativas

Direitos Reservados 2010 - 4Link E-Commerce