CAVE DIVER I NAUITEC 
LIMITE 30 METROS DE PROFUNDIDADE
MERGULHOS NÃO DESCOMPRESSIVOS EM CAVERNAS 

 NAUI; NAUITEC; Tech diver; mergulho técnico; jornada sub; Jundiaí SP; cave diving: MERGULHO EM CAVERNAS: MELHORES MERGULHADORES NAUI; NAUITEC; Tech diver; mergulho técnico; jornada sub; Jundiaí SP; cave diving: MERGULHO EM CAVERNAS: MELHORES MERGULHADORES NAUI; NAUITEC; Tech diver; mergulho técnico; jornada sub; Jundiaí SP; cave diving: MERGULHO EM CAVERNAS: MELHORES MERGULHADORES NAUI; NAUITEC; Tech diver; mergulho técnico; jornada sub; Jundiaí SP; cave diving: MERGULHO EM CAVERNAS: MELHORES MERGULHADORES

 Curso de Mergulhador em Cavernas Nível I

Visão Geral e Qualificações
Este curso reúne o desenvolvimento das habilidades e atitudes do mergulhador para realizar com em cavernas alagadas e já cabeadas, além da área de iluminação natural. Faz parte deste nível de treinamento a navegação simples, com até duas tomadas de decisões direcionais (“Ts” ou jumps), em mergulhos não descompressivos à profundidade máxima de 30 metros, usando a “regra dos terços” com cilindros duplos e configuração NTEC dos equipamentos.
Os cursos da Jornada Sub possuem características notadamente diferenciadas, principalmente no desenvolvimento das atitudes de um mergulhador técnico, com ênfase total nos aspectos da segurança, além de treinamento exaustivo, que garante que o mergulhador esteja preparado para as sessões práticas nas cavernas já com total domínio do equipamento, flutuabilidade e TRIM.
Para as atividades em cavernas, temos as opções, dependendo do período e da programação), para serem realizadas em cavernas brasileiras (região da Serra da Bodoquena MS) ou nos Cenotes do México.

Pré requisitos
Certificação de mergulhador Intro to Tech Diver NAUITEC ou equivalente.
18 anos de idade.
Experiência mínima de 75 mergulhos logados.
O instrutor deve assegurar o conhecimento e a capacidade adequada dos alunos antes de qualquer treinamento em cavernas e deve usar a verificação de habilidades ou outro tipo de avaliação para fazê-lo.
Um mergulho em águas abertas (que não conta para o número mínimo de mergulhos necessários para o curso) pode ser utilizado como uma verificação de habilidade prática e ser aprovado na prova escrita do curso de mergulho autônomo NAUI.
Isto não é necessário quando as habilidades de mergulho do aluno são bem conhecidas do instrutor.

Número Mínimo de Mergulhos  
•O número mínimo de mergulhos em águas abertas é 9 (nove).
•Os mergulhos devem ser conduzidos em, pelo menos, 3 (três) lugares diferentes, incluindo:            •2 (dois) mergulhos em gruta.
•7 (sete) mergulhos em caverna

Limitações
•O aluno deve demonstrar satisfatoriamente a configuração de equipamentos e gerenciamento durante um mergulho de avaliação e completar a lista de habilidades de mergulhador de caverna NAUI.
•Penetração além da zona de caverna não é permitida até que o aluno demonstre controle de flutuabilidade adequado e posicionamento ao liberar uma carretilha e manipular uma lanterna primária.
•Deve haver um cabeamento contínuo até águas abertas ao mergulhar em caverna ou gruta.
•A pressão inicial mínima de gás é de 3.964 (três mil, novecentos e sessenta e quatro) litros / 140 (cento e quarenta) pés cúbicos.
•Qualquer mergulho deve ser abortado e iniciado o retorno para a saída quando o instrutor perde a integridade visual com qualquer aluno devido a visibilidade degradada.
•Qualquer mergulho deve ser abortado e iniciado o retorno para a saída quando qualquer equipamento falhar.
•Navegações complexas com mais de 2 (dois) pontos de decisão não são permitidas.
•Um cilindro de contingência será levado para o ambiente com teto e disponibilizado para a equipe.
•Em nenhum momento, a passagem através de uma restrição que exige a remoção de equipamento é permitida.

Requisitos – Acadêmicos
(Adaptação do conhecimento do assunto específico, conforme necessário). Cobertura deve incluir as relações com o dono da área e conservação, limitações de mergulho incluindo a regra dos terços e cilindros de tamanhos diferentes, análises de acidentes, formação de caverna e terminologia, riscos associados com mergulho caverna / gruta, Configuração de Equipamento Técnico NAUI (NTEC), carga de tarefas, estresse, estreitamento de percepção, pânico, gestão do tempo de mergulho dentro dos limites de não-descompressão, técnicas de propulsão para evitar suspensão, cabos guia, navegação pela caverna com múltiplos cabos guia, resolução de problemas, e planejamento de emergência, uso de mapas para o planejamento do mergulho, passagem de fila única.

Requisitos – Habilidades
•São treinados em uma técnica chamada de "corridas secas", onde as habilidades de seguir um cabo guia, bem como identificação e interpretação das setas direcionais, posição de time, sinais de toque e contato,e outros, são exaustivamente treinadas antes de ir para a água
•Se for utilizado NITROX, os alunos devem analisar a sua própria mistura de gases para respiração e para planejar e executar com segurança cada mergulho.
•O planejamento do mergulho deve incluir limites para: consumo de gás seguindo a regra dos terços, exposições de toxicidade de oxigênio, absorção de gás inerte baseado em profundidade e tempo dentro dos limites de não-descompressão, distância de penetração dentro dos limites do mergulho em caverna e conforto do mergulhador.
•Exercícios de segurança devem ser realizados no início de cada mergulho para verificação de equipamentos, plano de mergulho e limitações, verificação de bolhas, e compartilhamento de gás.
•Durante exercícios em terra cada aluno deve: •Demonstrar proficiência no uso de spools e carretilhas enquanto manipula uma lanterna.
•Demonstrar o posicionamento em equipe e posicionamento em linha.
•Demonstrar a utilização do spool de segurança para os procedimentos de situação de mergulhador perdido e cabo perdido.
•Demonstrar a comunicação com visibilidade a zero / toque e contato enquanto segue um cabo.
•Demonstrar a utilização de carretilha ou spool de jump / gap como auxílio para a navegação.

Em águas abertas cada aluno deve:
•Demonstrar conforto seguindo um cabo guia com comunicação de toque e contato enquanto compartilha o gás e simula visibilidade zero.
•Demonstrar conforto ao seguir um cabo guia sem máscara.
•Demonstrar controle de flutuabilidade adequado e posicionamento correto enquanto paira sem nadar.
•Demonstrar a habilidade de propulsão para trás por 3 (três) metros / 10 (dez) pés.
•Demonstrar a habilidade de virar 360º em posição horizontal estacionária.
•Demonstrar uma simulação de falha do regulador primário, executando os procedimentos para seu isolamento, desligamento, e troca em 15 (quinze) segundos.
•Demonstrar o resgate de um mergulhador simulando toxicidade por oxigênio.

Na zona de gruta, cada aluno deve:
•Demonstrar técnicas de colocação e remoção de cabo guia incluindo responsabilidades de cada posição do time e funções.
•Demonstrar as técnicas de propulsão de sapo modificado, meio ciclo e “puxar e deslizar”.
•Demonstrar uma simulação de falha da lanterna primária, utilização da lanterna de reserva e saída utilizando o protocolo de equipe de mergulho (enquanto mantém flutuabilidade correta e posicionamento).
•Demonstrar desempenho adequado ao realizar o exercício de companheiro perdido e no procedimento adequado no exercício de cabo perdido.

Na zona de caverna, cada aluno deve:
 •Demonstrar a possibilidade de instalar uma carretilha de jump / gap ou spool com os indicadores de navegação adequados.
•Compartilhar gás com um companheiro simulando uma situação de “sem gás” e nadar uma distância de pelo menos 30 (trinta) metros / 100 (cem) pés, mantendo flutuabilidade adequada e trim
•Simular uma falha de luz primária e utilização adequada de uma luz de reserva, mantendo a flutuabilidade adequada e trim
•Numa situação simulada de visibilidade zero, com um companheiro simulando a situação de “sem gás”, manter comunicação toque contato e nadar uma distância de 30 (trinta) metros / 100 (cem) pés, mantendo contato com o cabo guia.

EQUIPAMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA ESTE NÍVEL DE TREINAMENTO TÉCNICO
Cilindros Duplos.
02 reguladores com mangueiras devidamente customizadas – set principal para uso com cilindros duplos.
01 colete equilibrador tipo ASA (mínimo 40 lbs, máximo 55 lbs de lift) com plate e arreios padrão NTEC.
Mínimo roupa semi-seca é recomendada para treinamentos nas cavernas brasileiras. Se estes treinamentos ocorrerem no México, roupa de 5mm é suficiente, e se ocorre na Florida, o uso de roupa seca é altamente recomendado.
01 bolso técnico no arreio da cintura (mais adequado 02 bolsos nas pernas da roupa).
Nadadeiras com molas.
02 máscaras (cor preta).
01 lanterna primária (cânister)
02 lanternas reservas, devidamente clipadas com mosquetões giratórios deslizantes em inox.
01 carretilha primária por time (mínimo 100 metros).
01 carretilha de segurança (ou spool finger) individual (mínimo 30 metros, ideal 45 metros).
02 instrumentos de corte (preferencialmente faca tipo Z, tipo Eezycut ou tesoura).
01 timer/profundímetro ou computador de punho.
03 setas e 03 cookies (ou REMs), devidamente organizados em mosquetão específico.
Mosquetões em diferentes tamanho, em aço inox.

Equipamentos que o aluno tem de possuir:
nadadeira, máscaras, roupa, lanternas reservas, carretilha/spool de segurança, back plate com arreios NTEC, instrumento de corte e timer/profundímetro (ou computador de mergulho).

Equipamentos que podem ser locados:
Asa, set de reguladores, lanterna tipo cânister, carretilha primária.

Instrutor Técnico RESPONSÁVEL
Alvanir Silveira de Oliveira "JORNADA"
NAUI  CD #19845

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jornada Sub Mergulho
Av. Pedro Blanco da Silva, 665 - Jundiaí - SP
Fone: (11) 4586-5051 
jornadasub@jornadasub.com.br

Fotos meramente ilustrativas

Direitos Reservados 2010 - 4Link E-Commerce